FCPAméricas Blog

Cresce na Colômbia o interesse em Compliance Anticorrupção: O ACI realiza a segunda Cúpula Andina

Author: Matteson Ellis

colombiasummitA versão original desse blog post foi escrita em inglês. A tradução não foi realizada ou revisada pelo autor.

Uma medida importante de interesse local em compliance anticorrupção na América Latina é a quantidade de pessoas que comparecem aos eventos locais sobre compliance. No Brasil e no México, as conferências sobre compliance têm tido suas vagas totalmente esgotadas. Se os investimentos contínuos do American Conference Institute na Colômbia servirem como uma indicação, aquele país e seus vizinhos andinos provavelmente passarão também pelo mesmo tipo de expansão do know-how de compliance ocorrida no Brasil e no México.

Na verdade, na Pesquisa sobre Corrupção na América Latina de 2016, mais de 630 entrevistados em toda a região foram indagados sobre os esforços de compliance anticorrupção de suas próprias empresas. As respostas da pesquisa revelam um crescimento excepcional nos esforços de compliance anticorrupção no Brasil, no México e na Colômbia, e um crescimento mais moderado na Argentina, Chile, Costa Rica, Equador e Peru. Outros mercados latino americanos exibem níveis muito menores de atenção à compliance anticorrupção. As descobertas sinalizam o surgimento de um conjunto diversificado de ambientes de compliance em toda a região.

Para a Colômbia, especificamente, 100% dos entrevistados que trabalham naquele país dizem que suas empresas têm políticas anticorrupção, frente a uma média regional de 82%. 79% das empresas realizam auditorias terceirizadas (due diligence), frente a uma média regional de 59%. 86% possuem termos contratuais anticorrupção, frente a uma média regional de 66%. 83% possuem mecanismos de denúncias anônimas, frente a uma média regional de 51%. E 62% possuem equipes de compliance em tempo integral, frente a uma média regional de 48%.

É provável que a nova lei anticorrupção no exterior da Colômbia, que lista a compliance anticorrupção como um fator específico de mitigação no cálculo de multas, terá efeito sobre o interesse contínuo em compliance no país.

Pode-se esperar que esse interesse seja demonstrado no mês que vem, na 2ª Cúpula Andina sobre Compliance e Fiscalização Anticorrupção do ACI em Bogotá (o FCPAméricas tem a honra de ser um parceiro de mídia no evento). Um representante do FBI fará uma palestra, assim como o Subcomandante da Unidade FCPA do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. O ACI reuniu uma lista admirável de palestrantes governamentais de toda a América Latina, incluindo a Colômbia, o Peru e o Equador.

Se as tendências servirem como indicação, esse interesse em países como a Colômbia continuará a crescer.

As opiniões expressas nesse post são pessoais do(s) autor(es) e não necessariamente são as mesmas de quaisquer outras pessoas, incluindo entidades de que os autores são participantes, seus empregadores, outros colaboradores do blog, FCPAméricas e seus patrocinadores. As informações do blog FCPAméricas têm fins meramente informativos, sendo destinadas à discussão pública. Essas informações não têm a finalidade de proporcionar opinião legal para seus leitores e não criam uma relação cliente-advogado. O blog não tem a finalidade de descrever ou promover a qualidade de serviços jurídicos. FCPAméricas encoraja seus leitores a buscarem advogados qualificados a fim de consultarem sobre questões anticorrupção ou qualquer outra questão jurídica. FCPAméricas autoriza o link, post, distribuição ou referência a esse artigo para qualquer fim lícito, desde que seja dado crédito ao(s) autor(es) e FCPAméricas LLC.

© 2016 FCPAméricas, LLC

Matt Ellis

Post authored by Matt Ellis, FCPAméricas Founder & Editor

Categories: Colômbia, Compliance Anticorrupção, FCPA, LA Corruption Survey, Português

CommentsComments | Print This Post Print This Post |

Leave a Comment

Comments

Leave a Reply


FCPAmericas

Subscribe to our mailing list

* indicates required

View previous campaigns.

Close